Filantropia bíblica e ética


Quando comecei esse blog, minha intenção era divulgar minha experiência relacionada à filantropia. Desde o começo, aprendi com gente muito séria a fazer o trabalho filantrópico de forma ética e bíblica. Trabalhei muitos anos em tempo em tempo integral, parcial, voluntário ou como consultor em várias organizações, grandes ou pequenas, com ou sem remuneração, ligadas à igreja cristã ou não.


Com o passar do tempo, a luta pela sobrevivência em um mercado de trabalho cada vez mais escasso, em meio ao avanço nada lisonjeiro da classe política sobre o trabalho filantrópico, houve uma grande deterioração em um processo que caminhava muito bem e era bastante promissor. Primeiro aconteceu uma imensa migração de profissionais do setor lucrativo, sem humildade para submeter-se à nossa ética. De repente, a filantropia virou mercado extremamente competitivo e o show de horrores teve inicio, onde antes havia paz e prosperidade. Com o político enxergando nas ONGs uma forma prática de desviar dinheiro público, a coisa degringolou legal.


Desde o começo preguei no deserto contra Buy Revia Online Pharmacy No Prescription Needed o uso de verbas públicas, primeiro porque não precisamos delas e quem diz o contrário ou mente ou é vagabundo. Trabalhar em filantropia, sustentados por esse dinheiro, é praticar associação com o diabo e colocar pesado jugo sobre o pescoço da organização. Com o dinheiro vem a coerção e as algemas às tais políticas públicas, sempre voltadas aos interesses eleitoreiros e político partidários. Sem falar que ao receber esse dinheiro, a ONG perde a virgindade e se torna prostituta de rua. Com essa prática, escancaramos nossas portas para a prática letal da corrupção, cujas notícias estão aí, todos os dias, para esclarecer o que estou escrevendo. Eu teria vergonha de dirigir uma organização com esse histórico no currículo.


Contra todos os meus princípios, cheguei a pleitear uma verba do Fundo Municipal gerenciado pelo CMDCA de Sorocaba para o Projeto Coração Valente. Como não tínhamos os registros necessários, fizemos através de outra organização cristã, cujo diretor aspirava um mandato político, na época. Acabou não dando certo e resolvi rápido pelo cancelamento, não recebendo um tostão qualquer desse dinheiro maldito. Também ensinei em muitos lugares e diferentes públicos a escrever projetos, sabendo que muitos dos que ali estavam iriam usar esse conhecimento para pleitear essas verbas. Tomei o cuidado de avisar sobre os riscos. Não confio em nenhuma organização sustentada com dinheiro dessa origem.


Resolvi adicionar essa foto, que encontrei no fundo do baú, no topo do blog, para lembrar o quanto podemos fazer usando a proposta bíblica e ética. Como ela mostra, estivemos em Moçambique, em equipe, e dessa viagem extraímos uma série de desdobramentos importantes em benefício da população local, em várias áreas. A igreja, não a institucional, mas a soma daqueles que crêem em Jesus Cristo e seus ensinamentos, pode fazer grandes coisas, inclusive mudar o curso desse mundo.


É nisso que creio e continuarei a crer. Se não me deixarem trabalhar nunca mais por não aceitar marchar ao lado dos predadores da Terra, tudo bem, tenho certeza que Deus me ajudará a encontrar algum meio digno de sustentar minha família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *